Há algum tempo venho estudando o impacto da tecnologia nas pessoas, negócios e mercado.

Em busca de respostas, devorei vários livros sobre o assunto e tive a oportunidade de assistir uma série de palestras, algumas com os maiores gurus do assunto como Salim Ismail e Kevin Kelley. Ainda tirei algumas semanas para me dedicar a uma imersão no Vale do Silício, nos EUA.

O engraçado é que, somente há alguns meses, percebi que o meu objeto de estudo estava incorreto. Sempre foquei na tecnologia e os seus diversos impactos na sociedade como um todo, enquanto na verdade, deveria estar focando em pessoas e seus impactos na tecnologia que, por sua vez, impactam o mundo.

Estive durante algum tempo sobre os efeitos do erro de paralaxe, um erro associado a leitura incorreta em um instrumento devido ao posicionamento incorreto do seu leitor.

Na transformação digital, a tecnologia é o ponto de apoio e as pessoas são alavancas que realmente impulsionam a mudança. A tecnologia é “como” as coisas mudam, mas as pessoas são o “porquê”.

É com imenso prazer que estarei na Komeco, em Florianópolis, dia 24/09, ministrando a palestra TRANSFORMAÇÃO CULTURAL NA ERA EXPONENCIAL, um evento que nos convida a analisar o tornado de mudança que estamos vivendo sob uma nova ótica.

20 View

Leave a Comment