Viajar se tornou parte do meu business, seja para atender um cliente ou para participar de um evento qualquer.

Meu budget de viagem se tornou assunto em rodas de conversa.

Semana passada precisei viajar de FLN para GRU para um evento de 2 dias, a economia foi de:

💲7% em passagens aéreas
💲66% em hospedagem
💲81% em deslocamentos

As pessoas sempre me perguntam como consigo viajar tão barato. Por isto resolvi escrever este post com algumas dicas das ferramentas que uso.

1. Utilizo o Skyscanner para encontrar a passagem área mais barata, sempre faço um cross check no site da MaxMilhas, um site de compra e venda de milhas que acaba ofertando preços mais em conta.

2. Em deslocamentos, principalmente do aeroporto para o ponto de hospedagem, uso o app Citymapper, uma solução muito eficaz para utilizar transportes públicos, desço em uma estação de metrô ou conexão aeroporto o mais próximo possível do local onde vou hospedar e somente ali pego um Uber!

3. Uso o Airbnb para escolher o local de hospedagem. Diferentemente do hotel, este sistema é pulverizado em toda cidade, opto por uma acomodação que não supere a distância de 1 km de onde o evento acontecerá, permitindo que eu faça este trajeto a pé diariamente.

Read More



Final de semana super movimentado! Transbordando conteúdo, conhecimento e networking! 1 milhão de insights! Isto é apenas um breve brief do que foi o Bootcamp Change Makers um evento focado em design change realizado pela Enora Leaders, que aconteceu hoje na McDonalds University!

Para fechar com chave de ouro, tive o prazer de almoçar e bater um super papo com Marcelo Nobrega, diretor de RH do Mcdonalds!

Read More


Não é a toa que uma das imagens mais associadas a network é uma teia de contatos.

Quando começamos a fazer networking, percebemos que está tudo conectado.

Olha que legal! Comecei a seguir Joao Marcelo Furlan 🚀aqui no LinkedIn por causa do Daniel Scott, recentemente postei sobre uma oportunidade que tive de conhecer o João Furlan pessoalmente. Agora advinha quem criou uma oportunidade para eu conhecer o Daniel Scott pessoalmente? O João!

Estou tendo o prazer de participar neste fds do Change Makers Bootcamp da Enora Leaders, um evento incrível com conteúdo extremamente relevante.

Read More


Há algum tempo venho estudando o impacto da tecnologia nas pessoas, negócios e mercado.

Em busca de respostas, devorei vários livros sobre o assunto e tive a oportunidade de assistir uma série de palestras, algumas com os maiores gurus do assunto como Salim Ismail e Kevin Kelley. Ainda tirei algumas semanas para me dedicar a uma imersão no Vale do Silício, nos EUA.

O engraçado é que, somente há alguns meses, percebi que o meu objeto de estudo estava incorreto. Sempre foquei na tecnologia e os seus diversos impactos na sociedade como um todo, enquanto na verdade, deveria estar focando em pessoas e seus impactos na tecnologia que, por sua vez, impactam o mundo.

Estive durante algum tempo sobre os efeitos do erro de paralaxe, um erro associado a leitura incorreta em um instrumento devido ao posicionamento incorreto do seu leitor.

Na transformação digital, a tecnologia é o ponto de apoio e as pessoas são alavancas que realmente impulsionam a mudança. A tecnologia é “como” as coisas mudam, mas as pessoas são o “porquê”.

É com imenso prazer que estarei na Komeco, em Florianópolis, dia 24/09, ministrando a palestra TRANSFORMAÇÃO CULTURAL NA ERA EXPONENCIAL, um evento que nos convida a analisar o tornado de mudança que estamos vivendo sob uma nova ótica.

Read More


Ontem estava batendo um papo com um amigo, ele é um dos proprietários de um empreendimento que fica próximo de onde moro.

Há alguns meses, ele me apresentou um gerente que tinha acabado de contratar, um cargo que ainda não existia dentro da empresa deles. Estava muito feliz, pois tinha conseguido contratar o rapaz de uma grande rede, que tem um excelente conceito em atendimento, algo que possui muita sinergia com o negócio.

Na época lhe perguntei por que não havia aproveitado uma das pessoas, que já trabalhavam no local, para assumir esta nova função. As atribuições do gerente eram muito próximas do que alguns colaboradores faziam. Ele me respondeu que não via dentro do quadro de funcionários alguém com compatibilidade para assumir aquela responsabilidade.

No nosso último encontro, percebi que o gerente não estava no recinto e perguntei o que tinha acontecido. Respondeu que não havia dado certo, o rapaz não tinha durado nem o tempo mínimo de experiência. Lamentou o quanto tinha errado na contratação, relatou todo o problema e me perguntou o que achava.

Disse: Se você acha que não foi capaz, durante 2 anos, de desenvolver e formar um gerente, o que te faz pensar que teria assertividade ao contratar um?

Read More


Este é um indicador utilizado para medir como está a qualidade e o engajamento do material quando você esta apresentando em público.

É muito simples de medir e a sua percepção é em tempo real.

Se você não conhece, não fique preocupado, porque eu acabei de cria-lo. 😅

Quando estou palestrando ou dando algum treinamento uso o FTPS (Fotos Tiradas Por Slide) como termômetro para avaliar o material que estou apresentando.

Haaa! Para você não ficar quebrando a cabeça pensando em como eu faço para medir isto. A minha régua é qualitativa e os resultados possíveis são:

– Zero
– Baixo
– Médio
– Alto
– 100%

O slide da foto abaixo faz parte da palestra a TRANSFORMAÇÃO CULTURAL NA ERA EXPONENCIAL que realizei ontem para o Grupo de RH Mosaico em Belo Horizonte, este slide teve FTPS de 100%

#ikigai #brandaofacilitador #culture #organizationalculture #purpose #businesseducation #palestra #rh

Read More


Hoje eu tive a honra e o prazer de compartilhar e aprender muito com esta turma incrível do Grupo de RH Mosaico.

No meio de tanta inovação e tecnologia, a palestra “TRANSFORMAÇÃO CULTURAL NA ERA EXPONENCIAL” traz uma abordagem focada no compartilhamento de propósitos, educação corporativa, growth mindset e humanização dos processos para mudança e transformação cultural das organizações neste novo momento.

Dá uma olhadinha nos insights abaixo e veja com foi a pegada desta palestra:

A tecnologia é o “como”, as pessoas são o “porquê”!

Antes de buscar a tecnologia para inovar desenvolva um mindset inovador!

Agradeço imensamente a Ana Paula de Castro Almeida pela indicação e a Andrea Nogueira pelo convite!

#growthmindset #culture #creativity #businesseducation #educacacorporativa #brandaofacilitador #exponentialchanging #culturaorganizacional #holocracia.

Read More


Sabe qual a diferença entre a organização social da humanidade e a de um formigueiro? Nenhuma!

Na escala de uma cidade inteira, os seres humanos são como formigas, correndo para lá e para cá, tomando decisões em pequena escala, sem um pensamento sobre as consequências cívicas. Sob essa ótica podemos dizer que a estrutura social da humanidade é um sistema emergente.

Sistema emergente???

É um sistema auto-organizado, onde não há um líder que dite regras. A emergência funciona de acordo com a hierarquia bottom-up (“de baixo pra cima”), decisões individuais das pessoas acabam gerando padrões de comportamento que ensinam o sistema a se organizar.

A biologia é o sistema emergente original, um fato que é tão auto-evidente quanto é difícil para nós percebermos intuitivamente. Acreditávamos que uma colônia de formiga obedecia as ordens de sua rainha. Inscrevemos este mal entendido básico em nossas organizações sociais, cada tribo com o seu próprio líder, cada empresa com seu CEO. Recentemente descobrimos que a rainha não tem mais ingerência na colônia do que o seu operário mais humilde. Ao contrário da crença reinante por séculos, não existe uma autoridade central.

Imagina se nossas instituições e governos seguissem esta realidade?

Read More


Esta não é a verdade exposta em uma pesquisa realizada por Jim Collins no seu livro Empresas Feitas para Vencer. Segundo este estudo:

Dez dos onze CEO’s de empresas que cresceram 2,5 vezes mais do que as benchmark no setor correspondente, vieram de dentro das próprias empresas.

Os líderes em todos os seus níveis de atuação, são os grandes responsáveis por fazer a transformação de uma empresa. O fato é que esta classe deve ser buscada dentro da essência da empresa, pois compreendem a cultura e possuem uma visão clara do contexto. Investir na formação e na capacidade para o desenvolvimento de uma liderança forte é o grande diferencial das empresas feitas para vencer.

Quer uma dica de um excelente investimento para seu nível de liderança? A Enora Leaders estará realizando nos dias 21 e 22/09 o Bootcamp Change Makers, uma oportunidade imperdível de transformar seus líderes em agentes transformadores de mudança. Quer saber mais? Acesse https://goo.gl/4grNRk

Corre lá que as vagas já devem estar acabando!

Parabéns, Joao Marcelo Furlan 🚀pela iniciativa!

Read More