100% das solicitações de propostas de trabalho que recebo vem por outras fontes que não o LinkedIn ou outras redes sociais. Entretanto, após o recebimento da proposta comercial a vasta maioria deste contatos, principalmente os que fecharam algum negócio, consultaram o meu perfil e acessaram algum conteúdo que gero aqui no IN, que por sinal, tem baixo engajamento e poucas visualizações. Porém, este conteúdo foi um dos fatores fundamental para validar o que os meus clientes estavam buscando.

Recentemente estava trocando uma ideia com o Daniel Scott e em resposta a um insight que ele me deu, surgiu o pensamento abaixo que deixo como provocação e reflexão para este post.

“NÚMERO DE SEGUIDORES É VAIDADE, GERAÇÃO DE CONTEÚDO É SANIDADE E CONVERSÃO DE VENDAS É O REI!”

Ás vezes, as nossas redes sociais não são o “fim”, mas sim o “meio” comercial.

E aí o que você acha? Faz sentido?

45 View

Leave a Comment