Foi esta a pergunta que me fizeram hoje na hora do almoço. Na verdade a pergunta exata foi: “O que você faz da vida que você trabalha de chinelo?” Respondi que o ponto não é o que eu faço, mas sim o que eu deixei de fazer.

➡ Abri mão de uma carreira internacional em uma empresa sólida com salários e benefícios incríveis;

➡ Aceitei que o dinheiro não era o fator decisivo na minha vida;

➡ Parei de acreditar que eu era novo demais para abrir minha própria consultoria;

➡ Aceitei que ganhar menos em curto prazo, com potencial de ganhar mais a longo prazo;

➡ Aprendi a conviver com os riscos, descobri que eles podem te cobrar tanto quanto te pagar;

➡ Abandonei minha zona de conforto, descobri que este é o único lugar onde posso aprender de verdade;

Quando terminei de responder a pergunta que a pessoa tinha feito, ela estava com uma cara indescritível e eu disse:

Eu sei… não é primeira vez que me chamam de maluco, pode ficar à vontade.

Não sei dizer quantas pessoas contribuíram, de todas as formas, para a transição, abertura e crescimento da minha empresa. Hoje me sinto na obrigação de retribuir de alguma forma.

Você tem um ou quer abri um negócio? Quer trocar uma ideia sobre empreendedorismo? Então acesse: https://goo.gl/mB5PGt

75 View

Leave a Comment